Engenharia Civil 2014

Aproveitamento Hidroelétrico do Baixo Sabor
Eng. Domingos Silva Matos
Torre de Moncorvo

Mais informações

O Prémio Secil de Engenharia Civil 2014 foi atribuído pela Secil e pela Ordem dos Engenheiros ao Aproveitamento Hidroelétrico do Baixo Sabor. O galardão, reconhecido como o prémio referência de engenharia civil em Portugal, distingue, de dois em dois anos, o mais significativo projeto na área.

O projeto do Aproveitamento Hidroelétrico do Baixo Sabor foi desenvolvido por uma equipa multidisciplinar de engenharia da EDP Produção, coordenada pelo Eng. Domingos Silva Matos. Este projeto foi distinguido por unanimidade pelo Júri do Prémio Secil, presidido pelo Eng. António Campos Matos.

A Secil instituiu o Prémio Secil em 1992, que é hoje reconhecido como o galardão de máxima referência em Engenharia Civil em Portugal. Este tem como objetivo incentivar e promover o reconhecimento público de autores de soluções que tenham sido aplicadas em obra e constituam peças significativas no enriquecimento da engenharia civil e em que se reconheça ser adequado o recurso à incorporação do cimento, material cuja produção constitui vocação principal da Secil.

O Aproveitamento Hidroelétrico do Baixo Sabor, que está situado no concelho de Torre de Moncorvo e abrange também os concelhos de Alfândega da Fé, Mogadouro e Macedo de Cavaleiros, tem a potência instalada de 189 MW, sendo constituído por dois escalões, o de Baixo Sabor a montante e o de Feiticeiro a jusante. O escalão de montante, com uma barragem de 123 metros de altura (a segunda mais alta do País), cria uma albufeira com a capacidade de 1 095 hm3, que é também a segunda maior do país.

O dono da obra é a EDP Produção, a construção esteve a cargo do Baixo Sabor ACE, constituído pelas empresas Odbrecht – Bento Pedroso Construções, SA e Lena Construções, SA, e a fiscalização da obra foi assegurada pela Consulgal – Consultores de Engenharia, SA.

Como podemos ajudá-lo?

Contacte-nos através de um dos nossos telefones, ou submeta um formulário.