Engenharia Civil 2005

Estádio do Braga
Engº Rui Furtado – AFAconsult
Braga

Mais informações

A Secil – Companhia Geral de Cal e Cimento, SA e a Ordem dos Engenheiros atribuíram o Prémio Secil de Engenharia Civil 2005 ao Estádio Municipal de Braga, com projeto de Estrutura do Eng. Rui Furtado, que coordenou a equipa da AFAconsult.

O projeto de estrutura do Estádio, que consumiu mais de 50.000 horas de trabalho exclusivamente na vertente de Engenharia Civil, caracteriza-se pela inovação das soluções técnicas desenvolvidas, pela tecnologia empregue, sobretudo ao nível dos ensaios e das coberturas, e pelo rigoroso planeamento da execução dos trabalhos em obra.

Segundo Rui Furtado “é gratificante chegar ao fim da Obra e constatar que falar da estrutura do Estádio é também falar da sua Arquitetura e que explicar a sua Arquitetura é contar a história dos problemas que a Engenharia teve que enfrentar“. Um motivo de orgulho para o Engenheiro, tanto mais que o projeto do Estádio foi nomeado como candidato nacional a dois prémios internacionais no domínio da engenharia – os prémios FIB (Federation Internationale du Béton) e IABSE (International Association for Bridges and Structural Engineering).

Recorde-se que o Estádio Municipal de Braga, foi distinguido em 2004 com o Prémio Secil de Arquitetura, um projeto de autoria do Arq. Eduardo Souto de Moura, sendo a primeira vez que a mesma obra é contemplada com as duas categorias do Prémio Secil, o que evidencia a sua complexidade e excelência.

Rui Furtado nasceu no Porto em Janeiro de 1959, tendo-se licenciado em 1982 na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto na opção de Estruturas.

O início da sua carreira deu-se nesse mesmo ano numa empresa de projetos associada a um grupo industrial, onde teve os primeiros contactos com os projetos de estruturas e a fiscalização de obras.

Em 1985, com António Adão da Fonseca funda a AFA – Consultores de Engenharia Civil, Lda, conciliando a direção de projetos de estruturas e a fiscalização de obras com o ensino na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. A necessidade em dedicar-se por inteiro a uma intensa actividade profissional levou-o a abandonar a vida académica, ao fim de 3 anos como Assistente.

Desde então, inicialmente na AFA, posteriormente na AFAssociados e atualmente na AFAconsult, tem desempenhado funções de Administrador Delegado simultaneamente com a Coordenação e Direção de Projetos.

Num momento em que os edifícios são sistemas cada vez mais complexos, cultiva uma visão abrangente do Projeto sempre na perspetiva da exploração do potencial da multidisciplinaridade e interdisciplinaridade como grande contributo da Engenharia.

Aliando a sua formação estruturalista a um gosto especial pela Arquitetura, entende a busca da integração bem sucedida de todas as componentes da construção como a base da mais estimulante etapa de um projeto – a conceção.

Liderou muitos dos Projetos da AFA, AFAssociados e AFAconsult, dos quais se destacam o Estádio Municipal de Braga, a Casa da Música, a Sede da Vodafone (2º lugar do Prémio Secil de Engenharia Civil 2003) e, mais recentemente, o Complexo Imobiliário Estoril Sol.

Um projeto com a dimensão e magnitude do Estádio Municipal de Braga resultou do trabalho de uma Equipa de pessoas que integra a AFAconsult, empresa com escritórios no Porto e em Lisboa, que tem na sua génese a AFA – Consultores de Engenharia Civil, Lda.

Fruto de várias reestruturações internas ocorridas ao longo dos seus vinte anos de existência, as atividades de Projeto e de Fiscalização foram individualizadas em termos de gestão operacional, o Projeto ficou a cargo da AFAssociados, actual AFAconsult, e a Gestão e Fiscalização de Obras foi assegurada pela AFAplan.

Embora mantendo a sua raiz estruturalista, a empresa foi ao longo dos anos explorando e desenvolvendo internamente valências nas restantes áreas da Engenharia, destacando-se as áreas da Engenharia Hidráulica, as Vias de Comunicação, a Engenharia Mecânica, a Engenharia Electrotécnica e de Telecomunicações e a Engenharia Acústica, para o que conta com 70 colaboradores, dos quais 45 engenheiros.

A sua atividade estende-se das obras públicas às obras particulares, destacando-se as Pontes, Viadutos e os grandes edifícios públicos, desenvolvendo também a sua atividade nas áreas de reabilitação, peritagem e consultadoria nas diferentes áreas da Engenharia.

Principais Projetos

– 1994/95 – Viacatarina Shopping, Porto, BDP – Building Design Partnership.

– 1997/98 – Pavilhão da Água na Expo´1998, Lisboa – arq. Alexandre Burmester – 2003 – Reconstrução no Parque da Cidade, Porto

– 1999/2003 – Pavilhão de Portugal na Expo’2000, Hannover – arq. Álvaro Siza, arq. Eduardo Souto de Moura c/ ARUP – 2003 – Reconstrução no Parque Verde, Coimbra

– 1999/2003 – Restaurante Sul, Marginal Matosinhos Sul – arq. Eduardo Souto de Moura

– 1999/2003 – Piscina, Marginal Matosinhos Sul – arq. Eduardo Souto de Moura.

– 1999/2003 – Estádio Municipal de Braga – arq. Eduardo Souto de Moura.

– 1999/2005 – Casa da Musica, Porto – arq. Rem Koolhaas c/ ARUP.

– 2000/2001 – Edifício da Sede do Banco de Cabo Verde, Cidade da Praia – arq. Álvaro Siza.

– 2000/2002 – Sede da Vodafone, Parque das Nações – arq. Alexandre Burmester.

– 2003 – Portagens na A2, Messines – arq. Manuel Aires Mateus, arq. Francisco Aires Mateus.

– 2003/2004 – Edifício de Apoio à Estação da Trindade, Porto – arq. Eduardo Souto de Moura.

– 2003/2005 – 6 Pontes Pedonais em Leiria – MVRDV.

– 2003/Presente – Remodelação do Convento de S. Francisco em Coimbra para Centro de Congressos – arq. João Luís Carrilho da Graça.

– 2003/Presente – Empreendimento BURGO, Av. Boavista, Porto – arq. Eduardo Souto de Moura

– 2003/Presente – Complexo Imobiliário Estoril Sol, Cascais – arq. Gonçalo Byrne.

– 2004 – Escultura na Praça Cidade Salvador, Matosinhos – Janet Echelman

– 2004/2005 – Instalações Fabris da INAPAL, Palmela – arq. Francisco Viera de Campos

– 2004/Presente – Edifício de Habitação e Comércio no Largo do Rato, Lisboa – arq. Manuel Aires Mateus, arq. Frederico Valsassina

– 2004/Presente – Complexo Multiusos das Caldas da Rainha – arq. Eduardo Souto de Moura

– 2004/Presente – Centro de Arte Contemporânea de Bragança – arq. Eduardo Souto de Moura

– 2004/Presente – Centro Cívico do Ingote, Coimbra – arq. João luís Carrilho da Graça

– 2005 – Centro Cultural e Edifício de Habitação em Lisboa – SGAL – arq. Álvaro Siza, arq. Rogério Cavaca

– 2005 – Serpentine Gallery Summer Pavilion 2005, Londres – arq. Álvaro Siza, arq. Eduardo Souto de Moura

P.S. – As datas indicam o início e final dos projetos.

Concursos Internacionais

– 2003 – Estação de Comboios de Alta Velocidade “Nápoli Afragola”, Nápoles, arq. Manuel Aires Mateus.

– 2003 – Parque Urbano Forlanini, Milão, arq. Gonçalo Byrne PROAP.

– 2003 – Museu do Cairo, arq. Manuel Aires Mateus.

– 2003 – Novartis Campus Basel SJ 157 – Visitors Center and Office Building, Suiça, arq. Eduardo Souto de Moura.

– 2005 – Zurich Fórum – New Congress Center and Hotel, Zurique, arq. Eduardo Souto de Moura.

– 2005 – Centro de Congressos e Hotel, Palma de Maiorca, arq. Eduardo Souto de Moura

Cliente: Câmara Municipal de Braga  

Projeto:

Arquitetura: Souto Moura – Arquitectos, Lda. – Eduardo Souto de Moura; Carlo Nozza

– Projeto Geral: Ricardo Meri, Enrique Penichet, Atsushi Hoshima, Diego Setien, Carmo Correia, Luísa Rosas, Jorge Domingues, Ricardo Rosa Santos, José Carlos Mariano, João Lima

– Paisagismo: Daniel Monteiro

– Consultores: Arup Associated – Dipesh Patel (Stadium revise)

Engenharia: AFAssociados – Projetos de Engenharia, S.A.

– Coordenação: Rui Furtado, Carlos Quinaz, Renato Bastos, Pedro Moás, Rui Oliveira

– Estruturas: Rodrigo Andrade e Castro, Pedro Pacheco, Miguel Paula Rocha, António André, João Dores, Sérgio Vale, Nuno Neves, Rafael Gonçalves, Andreia Delfim, Miguel Braga, João Coutinho, António Monteiro

– Inst. Hidráulicas: Maria Elisa Parente, Joana Neves

– Inst. Eléctricas: António José Rodrigues Gomes, António Ferreira, Luís Fernandes (RGA)

– Inst. Mecânicas: José Silva Teixeira, Tiago Fernandes (RGA)

– Segurança: Christian Aoustin (Gerisco)

– Escavação: Estevão Santana, João Burmester

– Arruamentos e infraestruturas: Estevão Santana, João Burmester; António Silva Cardoso (Geotecnia); Cêgê (Geotecnia); Ove Arup & Partners – Andrew Alisop / Andrew Minson (Estudo do Vento)

– Consultores: RWDI – Mark Hunter / Michael Soligo (Ensaios em modelo rígido); DMI – Danish Maritim Institut – Aage Damsghaard (Ensaios em modelo aeroelástico); Instituto Construção da FEUP – Elsa Caetano (Dinâmica)

– Projeto final dos cabos Cobertura: Tensoteci – Massimo Marini

Massimo Majowietcki; Soares da Costa, S.A. – Luís Afonso, Diogo Santos

Fiscalização:

Câmara Municipal de Braga – DOMSU – Manuel Afonso Basto, Carlos Amaral, Luís Almeida, Filipe Vaz, Eduardo Leite, Paula Pereira, Cidália Rodrigues, Márcia Rodrigues, J. Rodrigues

Construção:

– Escavação geral: Aurélio Martins Sobreiro, Adérito Faneca

– Contenção: ACE – Assoc. / Tecnasol – Mário Duarte, João Falcão

– Estruturas, Instalações, Acabamentos e Espaços Exteriores: ACE – Assoc. / Soares da Costa, S.A. – Lionel Correia, Jorge Oliveira, Mário Duarte, Mário Pereira, Santos Costa

Como podemos ajudá-lo?

Contacte-nos através de um dos nossos telefones, ou submeta um formulário.