A Secil no Mundo

A Secil tem uma forte presença no setor industrial cimenteiro, sendo um grupo empresarial com diversas operações em Portugal e em vários países do mundo. Embora o núcleo central de atividade seja o cimento, a expansão para outros negócios e a integração de várias empresas com serviços complementares fazem com que, hoje, o Grupo Secil tenha uma posição sólida tanto no mercado interno como externo.

Portugal

Para além da produção e comercialização de cimento, o seu principal negócio, a Secil também está presente no mercado dos materiais de construção, nomeadamente na área dos betões, agregados, argamassas e prefabricados.

Saiba mais

Tunísia

A Société des Ciments de Gabès (SCG) foi a primeira fábrica internacional a integrar o Grupo Secil (2000). Localizada na zona mais meridional da Tunísia, a fábrica de Gabès, com acesso a uma estrutura portuária, tem como principais mercados as regiões do sul do país.

Atualmente, a Secil está presente na Tunísia através da SCG, que atua na produção de cimento e cal artificial, e opera também no mercado do betão pronto e prefabricação em betão através da Sud Béton e dos pré-fabricados pela Zarzis Béton. A SCG tem uma capacidade anual de produção de 1,4 milhões de toneladas de cimento.

Líbano

A Secil entrou no Líbano, em 2002, com a aquisição de uma participação na empresa Ciments de Sibline (CDS). Esta unidade, localizada a sul de Beirute e com uma capacidade de produção de 1,2 milhões de toneladas de cimento por ano, é considerada a terceira maior produtora libanesa de cimento e clínquer.

Em 2007, a Secil reforçou a sua participação na Ciments de Sibline, passando a deter 50,5% no capital da sociedade, assegurando também a sua direção técnica. A Secil está também presente no mercado libanês na área do betão pronto e dos prefabricados através da sua participada Soime.

Para mais informações consulte www.siblinelb.com

Angola

O regresso a Angola deu-se em 2004, com a TecnoSecil, empresa liderada pela Secil, a explorar a fábrica de cimentos angolana Encime, localizada no Lobito. Dois anos mais tarde, a TecnoSecil passou a designar-se Secil Angola, Investimentos e Participações, SA. Atualmente detém 51% da Secil Lobito e está presente em Angola com uma moagem de cimento, estando em projeto a construção de uma nova fábrica de cimento. A capacidade anual de produção é de 350 mil toneladas de cimento.

Cabo Verde

A Secil Cabo Verde foi constituída em 2005 e resulta da aquisição da empresa INTERTRADE, LTD. Presentemente, a Secil comercializa cimento em todas as ilhas do arquipélago e atua no mercado dos Agregados e Prefabricação em Betão através da empresa Inertes de Cabo Verde, localizada na Ilha de Santiago.

Brasil

A Secil iniciou a sua atividade no Brasil, em 2011, com a aquisição de uma participação na Supremo Cimentos, empresa fundada, em 2003, em Pomerode, Santa Catarina. Para além desta fábrica de cimento, com uma capacidade anual de produção de 400 mil toneladas, este Grupo detém também diversas centrais de betão na região Sul do Paraná e parte do Estado de São Paulo.

Em 2015 assumiu a totalidade do capital da Supremo Cimento e inaugurou uma nova fábrica de cimento em Adrianópolis, Paraná, Brasil, consolidando assim o seu processo de internacionalização.

Com tecnologia de última geração e equipamentos de alto rendimento, esta segunda fábrica, com uma capacidade anual de produção de 1,8 milhões de toneladas de cimento, é considerada a mais moderna do Brasil e uma das mais avançadas do mundo em termos de tecnologia, inovação, qualidade do produto e sustentabilidade.

Para mais informações consulte www.supremocimento.com.br

Holanda

Na  estratégia de procurar mercados complementares ao português, visando aumentar o seu volume de exportações para os mercados do norte da Europa, a Secil investiu num terminal marítimo localizado no Porto de Terneuzen, no Sul da Holanda, junto à fronteira belga.

Este equipamento, com uma capacidade de armazenamento de 25 mil toneladas e que pode ser diretamente abastecido por navios de 6 mil toneladas, a partir do cais da fábrica Secil Outão, permite chegar com maior facilidade aos clientes da Holanda, Bélgica e Norte da França.

Espanha

Ao considerar a internacionalização um vetor estratégico de crescimento sustentado da atividade em mercados geograficamente diversificados, a Secil adquiriu, em 2017, um conjunto de activos da LafargeHolcim em Espanha.

Com a aposta num terminal de cimento em Vigo, em duas pedreiras e treze centrais de betão-pronto nas regiões espanholas das Astúrias e da Galiza, a Secil pretende consolidar a sua presença a nível ibérico. Deste modo, o Grupo Secil passa a estar presente na Península Ibérica com todos os seus produtos.

Para mais informações consulte www.secil.es

Como podemos ajudá-lo?

Contacte-nos através de um dos nossos telefones, ou submeta um formulário.